Instituto Politécnico de Lisboa

Comunidade do Politécnico de Lisboa unida pelo Clima

IPL

30 Setembro 2019

#climatestrikeinipl

A manifestação simbólica que juntou centenas de professores, estudantes e pessoal não docente do Politécnico de Lisboa, no Campus de Benfica e em simultâneo na Praça da Saúde da ESTeSL, no Parque das Nações e no Campus do ISEL, realizou-se a 27 de setembro entre as 11h e as 11h11, em alusão aos “11 anos que nos restam para evitar danos irreversíveis às alterações climáticas”, segundo as Nações Unidas.

#climatestrikeinipl

O Politécnico de Lisboa mostrou, desta forma, estar fortemente empenhado em contribuir para a melhoria do planeta, por isso, educar os estudantes e toda a comunidade dos institutos nesta matéria é um compromisso para o futuro. A manifestação massiva da comunidade do Politécnico de Lisboa associou-se ao movimento #climatestrike.

#climatestrikeinipl

Paralelamente a esta iniciativa que uniu as unidades orgânicas do IPL e envolveu estruturas associativas e movimentos estudantis como "ESCS mais limpa", a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL), eco-Escola desde 2010, está associada à iniciativa “Health Group at a #ClimateStrike this September” que incentiva os profissionais de saúde a apoiarem este tipo de mobilizações. À ESTeSL juntaram-se as Escolas Superiores de Saúde de Coimbra e do Porto.

#climatestrikeinipl

O #climatestrike no IPL decorreu numa semana histórica, já que em mais de 150 países foi feito um apelo para participar na mobilização pelo clima, a par da realização em Nova Iorque, a Cimeira da Acção Climática, convocada pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, que reuniu chefes de Estado num apelo à comunidade internacional e aos Estados do Acordo de Paris para "o ano da ambição climática”.

Texto de CSS/GCI IPL
Imagens de MN/GCI IPL GCI ESTeSL e AEISEL