Instituto Politécnico de Lisboa

Encontrada solução temporária para a Escola Superior de Dança

ENSINO

11 Janeiro 2018

Escola Superior de Dança

Resultado da visita da Secretária de Estado do Ensino Superior, Fernanda Rollo, às instalações da ESD no Bairro Alto e de várias reuniões que se seguiram com o Presidente do IPL, a diretora da escola e a Secretária Geral da Educação e Ciência, foi tomada a decisão de transferir, temporariamente, o funcionamento da instituição para vários espaços do ISEL. 

Desde de terça-feira, 9 de janeiro de 2018, foi interditada a utilização de zonas críticas nas instalações da Escola Superior de Dança que ponham em causa a segurança da comunidade escolar. A solução alternativa, provisória, para o funcionamento da ESD, a curto prazo, passa pela utilização de alguns espaços do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, do Politécnico de Lisboa. 

O estudantes manifestaram a sua insatisfação com uma greve e manifestação, realizada a 8 de janeiro, nas instalações da Escola Superior de Dança, pelo facto das instalações da escola não estarem adequadas ao funcionamento de qualquer instituição de ensino.

O avançado estado de degradação, torna inviável a sua recuperação. O IPL tem, até ao momento, dado resposta a situações urgentes, nomeadamente com a reparação de infiltrações e ruturas pontuais na cobertura do edifício.

No passado, o Politécnico de Lisboa procurou resolver a questão da Escola Superior de Dança com uma permuta do espaço da ESD, no Bairro Alto, pela construção de um novo edifício no Campus de Benfica. Esta situação não foi viável, pretendendo a atual presidência do IPL alienar o referido espaço, cujo retorno financeiro será destinado à construção de um novo edifício no Campus de Benfica do IPL.

Em junho de 2017, foi apresentado ao Gabinete do Secretário de Estado do Tesouro, um pedido, no sentido de isentar o IPL em 50% da receita, de modo a poder avançar com a construção do novo edifício. Esta intenção foi comunicada, de igual modo, à Secretaria Geral da Educação e Ciência, que, entretanto, solicitou autorização da venda do atual edifício da ESD ao Conselho Geral do IPL.

A decisão do Conselho Geral de autorizar a venda do imóvel foi comunicada à Secretaria Geral da Educação e Ciência, estando a aguardar resposta. Nesta data está em curso o processo de avaliação do edifício da ESD, por parte da Direção Geral do Tesouro e Finanças, para efeitos da sua futura alienação.

Existe terreno disponível no Campus de Benfica do IPL para a construção do novo edifício da ESD. O calendário da obra depende das autorizações governamentais referentes à execução da mesma. O Politécnico de Lisboa está a preparar o lançamento do concurso de arquitetura do futuro edifício destinado à ESD.

O IPL vai entregar na Direção Geral do Ensino Superior o programa preliminar relativo à construção do novo edifício para a Escola Superior de Dança. A construção do novo edifício só será exequível com a receita da venda do Palácio do Marquês de Pombal, no Bairro Alto, onde está atualmente sediada a ESD.

O calendário de construção do novo edifício, depende da abertura do Concurso do projeto e empreitada e das autorizações necessárias, emitidas pelas entidades competentes, previstas na Lei.

Texto CS/GCI
Foto CS/GCI