Instituto Politécnico de Lisboa

Estudante Tiago Diniz reeleito presidente da FNAESP

ENSINO

2 Março 2020

Posse FNAESP

O estudante do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa (ISCAL) tomou posse como presidente da Federação Nacional de Associações de Estudantes do Ensino Superior Politécnico (FNAESP), numa cerimónia que decorreu a 28 de fevereiro, nos Serviços da Presidência do Politécnico de Lisboa.

Elmano Margato, presidente do IPL

Elmano Margato, presidente do Politécnico de Lisboa fez questão de ressaltar o trabalho de dinamização do movimento associativo levado a cabo pelo estudante do ISCAL, instituição que aguarda a autorização do ministro das Finanças para que possa iniciar a construção do novo edifício no Campus de Benfica do IPL. Neste sentido, o presidente do IPL pediu ajuda à FNAESP para que intervenha junto do Governo a fim de resolver esta questão. Paralelamente, Elmano Margato pediu a Tiago Diniz, através da estrutura associativa, que “ajude os Politécnicos a levar a tarefa da formação a novos cidadãos, com competências cívicas e profissionais, tornando o Ensino Superior inclusivo”.

Pedro Dominguinhos, presidente do CCISP

As palavras do líder do Politécnico de Lisboa foram reforçadas com a intervenção de Pedro Dominguinhos, presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Politécnicos (CCISP) e presidente do Politécnico de Setúbal para quem a FNAESP tem tido um papel determinante na capacidade de construir soluções no movimento associativo. Reeleito líder do CCISP, Dominguinhos, deixou aos estudantes um conjunto de anseios para os Politécnicos, nomeadamente no campo da Ação Social como fator diretamente relacionado com o sucesso académico e em matérias de reivindicação política, referindo-se à alteração da Lei de Bases do Sistema Educativo e do Regime Jurídico das Instituições de Ensino (RJIES), que permita as Politécnicos a atribuição de Doutoramentos.

Tiago Diniz, estudante

A última intervenção da cerimónia ficou a cargo de Tiago Diniz. O estudante do ISCAL dedicou as primeiras palavras aos dirigentes associativos, “cujo espírito nobre os leva a deixar de assistir a aulas e a abdicar de momentos em família”.  

Sobre a FNAESP disse “ter hoje, ligação com todas as associações de estudantes do Ensino Superior e com provas dadas”. Quanto o futuro da estrutura associativa, Diniz anunciou a introdução da Responsabilidade Social como um dos pilares da FNAESP junto da comunidade.

FNAESP

Referindo-se às intervenções de Elmano Margato e Pedro Dominguinhos, o estudante destacou a existência de uma agenda comum, na qual se inclui a ação social. Nesta área a FNAESP pretende a revisão do regulamento para a atribuição de bolsas e melhores soluções para o alojamento, principalmente em Lisboa e no Porto. Da agenda da FNAESP faz ainda parte a revisão da Lei de Bases do Sistema Educativo e do RJIES.

Na cerimónia, da comunidade académica do IPL estiveram o presidente do Politécnico de Lisboa, o vice-presidente António Belo, o pró-presidente para a Internacionalização, Fernando Melício, o provedor do Estudante do IPL e a maior parte dos dirigentes associativos das Unidades Orgânicas do IPL.

A nível nacional esteve o presidente do CCISP, os presidentes dos Politécnicos de Coimbra e Cávado e Ave e a vice-presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Presentes estiveram também os presidentes da Associação Académica de Lisboa e da Federação Académica de Lisboa.

Texto de CSS/GCI IPL
Imagem de MN/GCI IPL