Instituto Politécnico de Lisboa

Informação sobre testagem SARS-CoV-2 no Politécnico de Lisboa- 2 maio- ESTeSL

IPL

27 Abril 2021

Rastreio no IPL

De acordo com o plano de levantamento das medidas de confinamento e de combate à pandemia da doença COVID-19, o Politécnico de Lisboa vai dar continuidade à realização de testes de diagnóstico laboratorial de SARS-CoV-2 (testes de antigénio) a toda a comunidade académica, no âmbito do programa de testagem CVP-Ensino Superior.

Uma vez que o regresso às atividades presenciais na comunidade académica do IPL foi faseada, foram planeados vários dias para a “testagem em massa”. Até ao momento foram realizados 5.000 testes de antigénio na Comunidade do IPL, tendo sido identificados 4 casos positivos de SARS-CoV-2.

Vamos dar continuidade a este processo de testagem no próximo dia 2 de maio de 2021 (domingo), na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa com a seguinte distribuição:

HorárioDestinatários unidades orgânicas
9h00-10h00Todas as escolas
10h00-12h30Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa

O processo de testagem decorre em 5 passos:

  • Acolhimento e acreditação - Ao chegar ao local da testagem deverá dirigir-se ao ponto de acolhimento onde lhe será atribuído um código de testagem, devendo de seguida dirigir-se à área de encaminhamento para a testagem.
  • Encaminhamento - Deve aguardar na área de espera do encaminhamento para testagem até que lhe seja indicado o número do posto de colheita onde será realizado o teste.
  • Testagem – Deve dirigir-se ao posto de colheita que lhe for indicado e seguir as instruções dadas pela equipa técnica. Terminado o teste deverá dirigir-se para área de espera pelo resultado.
  • Resultado – Deve aguardar até que lhe seja comunicado o resultado (o tempo médio para conhecimento do resultado é de 20 minutos).
  • Saída – Após comunicado o resultado deve passar pela zona de saída, para que seja registado o resultado do seu teste.

O processo de testagem na Comunidade do Politécnico de Lisboa vai sofrendo adaptações, em função da evolução da pandemia, sendo uma medida que se junta a todas as recomendações até agora em vigor.

Recordamos que, os testes de diagnóstico laboratoriais independentemente do seu resultado não isentam de manter todas as recomendações até agora em vigor, nomeadamente: distanciamento físico, uso de máscara, higienização das mãos.

Agradecemos novamente o envolvimento de todos, voluntários e participantes, neste processo de testagem, demonstrativo do comprometimento e contributo de cada um para ultrapassar esta situação excecional que vivemos.

Em caso de dúvida sugerimos a leitura das “Perguntas Frequentes”.

Informação sobre o tratamento de dados pessoais

Perguntas Frequentes

O programa de testagem em massa é obrigatório?
Não. Ainda que não sendo obrigatório, num momento em que a Saúde Pública é determinante, apelamos a todos os para que possam dar o seu contributo individual, num processo que tem impacto nas atividades de toda a comunidade académica.

Posso realizar o teste sem me ter inscrito previamente na ação de testagem?
Sim. Se por alguma razão não se inscreveu e pretende realizar o teste, no local fará a sua inscrição e preenchimento do consentimento informado.

Se for cidadão estrangeiro e não tiver número de utente (Serviço Nacional de Saúde), o que devo fazer?
Para os cidadãos estrangeiros que não disponham de número de utente deverá ser preenchido o número de passaporte no campo "N.º do Documento de Identificação".

Posso fazer o teste num outro local?
Sim. O teste de antigénio pode ser realizado noutro local, mas neste caso o IPL não assume o pagamento do mesmo, contudo. Há outros programas gratuitos de testagem em massa, como é o caso da Câmara Municipal de Lisboa;

Se fizer o teste por iniciativa própria o que faço com o resultado?
Se fizer o teste por iniciativa própria, guarde o resultado para si, não é necessário enviá-lo nem para a Escola, nem para o email prevencaocovid@sp.ipl.pt.

Quem está incluído no plano de testagem do IPL?
Toda a Comunidade Académica, excetuando-se todos aqueles que foram diagnosticados com COVID-19 há menos de 90 dias.

Se já fui diagnosticado com COVID-19 devo realizar o teste?
A DGS sugere que só se realize o teste após 90 dias de ter estado infectado. Assim, pode voltar às aulas presenciais com a apresentação da declaração de doença e que já realizou o tempo de isolamento devido.

Se já fui inoculado com uma dose da vacina devo realizar o teste?
Tendo iniciado o processo de vacinação, esta apenas prepara o sistema imunitário para uma melhor resposta, não querendo dizer que não se contraia a doença, pelo pode realizar o teste.

Posso realizar o teste sem me ter inscrito previamente na ação de testagem?
Serão testados os elementos da comunidade académica que tiverem realizado a sua inscrição através do formulário próprio.
Se por alguma razão não se inscreveu e pretende realizar o teste, no local deve dirigir-se à área reservada para o efeito onde será verificada a possibilidade de realizar nesse dia o teste e onde terá de se inscrever preenchendo o consentimento informado.

O que acontece se testar positivo?
Deve contactar de imediato o SNS 24 (808 24 24 24), informar do resultado positivo deste teste e seguir rigorosamente as indicações transmitidas.