Instituto Politécnico de Lisboa

IPL implementa portal para a mobilidade académica

IPL

1 Fevereiro 2018

Vice presidente Ana Cristina Perdigão

O Palácio Marquês da Fronteira foi o cenário escolhido para uma ação de formação promovida pelo Politécnico de Lisboa e pela Digitalis, dirigida aos funcionários das relações internacionais, serviços académicos e coordenadores de ects das unidades orgânicas, sobre a recém implementada plataforma destinada à mobilidade académica.

"A mobilidade académica deve passar por uma fase de consolidação, nomeadamente ao nível dos procedimentos, depois poder-se-á pensar em aumentar", disse a vice-presidente do IPL, Ana Cristina Perdigão, nas boas-vindas aos participantes da formação, oriundos das 8 unidades orgânicas da instituição. A dirigente reforçou o facto da aplicação permitir a optimização de recursos no que respeita à mobilidade ingoing e outgoing.

A plataforma implementada foi configurada pela Digitalis, empresa de software, fornecedora de serviços do IPL e consiste num portal único para todas as unidades orgânicas, que permite disponibilizar informação relativa aos protocolos de mobilidade com instituições estrangeiras.

O portal, acessível online, está disponível em versão portuguesa e inglesa e precisa de autenticação do utilizador. Todos os que já têm dados de autenticação no Portal Académico devem usar os mesmos dados para a nova ferramenta. Quem não dispõe destes dados deve fazer a autenticação local no portal.

A candidatura a um dos programas de mobilidade académica permite a apresentação de 4 prioridades, sendo 1 obrigatória. No formulário são solicitados dados do proponente, tais como as motivações do candidato e o nível de preparação linguística, fator determinado pelos parceiros de mobilidade.

O Palácio Fronteira, com quem o IPL assinou um protocolo de cooperação, para além de anfitrião da ação de formação, promoveu uma visita ao espaço e aos jardins. 

Texto: CS/GCI
Fotos: MN/GCI