Instituto Politécnico de Lisboa

IPL traz boas práticas de Cibersegurança a escolas secundárias

IPL

17 Outubro 2019

IPL no Instituto dos Pupilos do Exército

O Politécnico de Lisboa e o Centro Nacional de Cibersegurança promoveram, no dia 17 de outubro de 2019, a primeira de várias ações de formação em "Ciber-Higiene", previstas para os estudantes do 3.º ciclo e ensino secundário, durante o mês de outubro. A primeira formação, que contou com a participação de quase 90 estudantes, decorreu no Instituto dos Pupilos do Exército e foi dada pelo Encarregado de Proteção de Dados do IPL, Nuno Pires, com o apoio do Gabinete de Comunicação e Imagem do IPL.

 

As ações de formação enquadram-se no protocolo que o Politécnico de Lisboa e o Centro Nacional de Cibersegurança celebram, desde maio de 2019. Neste âmbito, o IPL está a assegurar ações de sensibilização nas escolas de Lisboa, dividas em dois módulos: "Ciber (in)segurança" e "Ciber-higiene e boas práticas de Cibersegurança". O primeiro módulo tem como objetivo, sensibilizar para o problema e para a ilusão de segurança com abordagem às principais ameaças e demonstração de casos, e o segundo, de saber lidar com as ameaças, cuidados a ter e boas práticas a adotar.

O mês de outubro é também o mês europeu de cibersegurança e nesse âmbito, a Agência Europeia para a Segurança das Redes e Informação (ENISA) publicou com um vídeo ilustrativo sobre "Ciber-Higiene":

Vídeo ilustrativo sobre "Ciber-Higiene" da ENISA. O Mês Europeu da Cibersegurança é comemorado pelo sétimo ano consecutivo e conta com centenas de eventos e atividades distribuídas por 28 países europeus.

O protocolo celebrado entre o Politécnico de Lisboa e o Centro Nacional de Cibersegurança inclui ainda como alguns dos compromissos: aprofundar a segurança das redes e da informação, como forma de garantir a proteção e defesa das infraestruturas críticas e dos serviços vitais de informação, e potenciar uma utilização livre, segura e eficiente do ciberespaço por parte de todos os cidadãos, das empresas e das entidades públicas e privadas.

Para além do Campus de Benfica, estão previstas mais ações de formação nas áreas de influência das restantes unidades orgânicas do Politécnico de Lisboa.