Instituto Politécnico de Lisboa

Landscape Museum

Landscape Museum

Designação do projeto

Landscape Museum - Narrativas e Experiência do Lugar: bases para um Museu da Paisagem

Código do projeto LISBOA-01-0145-FEDER-023382

Objetivo principal OT 1 - Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação

 

Sumário

O Projeto propõe a criação de uma plataforma de mediação entre a paisagem e a população de um território.

Esta abordagem parte de um entendimento amplo de Paisagem à qual estão associadas componentes não só de natureza objetiva/ tangível/ material, mas também de ordem subjetiva, considerando-se todo o tipo de participações e perceções dos diferentes atores de uma paisagem (naturais, construídas ou conceptuais).

Este conceito permite múltiplas abordagens de reflexão e investigação, com especial pertinência no atual cenário económico europeu, onde a experiência do lugar é cada vez mais um fator determinante para o turismo e para o desenvolvimento das regiões.

Esta Plataforma de cariz museológico propõe-se também como ensaio ou criação de um protótipo de mediação digital para um futuro Museu da Paisagem. Deste modo, este projeto congrega em si uma grande parte da complexidade dos desafios da museologia contemporânea. Como comunicar um museu que trabalha um património difuso, ubíquo, imaterial ou intangível? A resposta a esta e outras questões impõe também ao Projeto uma dimensão laboratorial, de espaço de experimentação, investigação e procura de soluções de comunicação que sirvam os desafios da Museologia e da Paisagem portuguesa.

Como estratégia para alcançar os objetivos propostos optou-se por uma abordagem inicial ao território geográfico visível de três pontos de observação. Os três pontos de observação seguem a linha do Tejo, correspondendo a cada uma das três capitais de distrito que acompanham o rio: Castelo Branco (Tejo Internacional); Santarém (Lezíria do Tejo); Lisboa (Estuário do Tejo). Deste modo, simbolicamente, o Museu da Paisagem emerge do Tejo, rio estruturante da paisagem portuguesa, linha de charneira entre o Portugal Atlântico e o Portugal Mediterrâneo de Orlando Ribeiro (1945).

Será a partir destes três pontos de observação que se fará a recolha das diferentes narrativas de paisagem contidas nesse território, necessárias para a construção de conteúdos museológicos e de mediação. Os conteúdos produzidos ficarão disponíveis numa plataforma digital on-line, embrião de um futuro Museu da Paisagem. A recolha e registo das diferentes leituras sobre o território, ou diferentes paisagens, implicarão uma participação ativa da população que aí habita.

Para esta articulação com as populações contar-se-á com a posição privilegiada dos parceiros de projeto na ligação à comunidade local e conhecimento da sua realidade. Para as análises mais especializadas, no que respeita às questões do ambiente, ecologia e sustentabilidade contar-se-á com a experiência do parceiro empresarial STRIX, bem como da colaboração de consultores externos, das áreas da paisagem, património e museologia. Todo o projeto tem na sua génese a promoção da criação de paisagens sustentáveis, cujo impacto a longo prazo é de indiscutível valor na vida dos territórios. Só com uma cultura de paisagem se poderá construir uma paisagem sustentável.

 

Região de intervenção Centro, Lisboa, Alentejo

Instituição Proponente Instituto Politécnico de Lisboa

Instituições Participantes Instituto Politécnico Santarém, Instituto Politécnico de Castelo Branco, STRIX Lda.

Investigador responsável João Abreu | jabreu@escs.ipl.pt

Equipa Carla Bastos, Carlos Reis, Elisabete Linhares, Filipe Canário, Helena Pina, Isabel Simões Ferreira, Isabel Marcos, Joana Plantier, José Cavaleiro Rodrigues, José Silva, Luís Silva, Luís Monteiro, Margarida Carvalho, Maria Potes Barbas, Maria Inácia Rezola, Maria João Centeno, Neel Naik, Ricardo Tomé, Rodrigo Manzoni

 

Data de aprovação 07/07/2017

Data de início 12/10/2017

Data de conclusão 12/04/2019

Custo total elegível 147.811,31 €

Apoio financeiro da União Europeia FEDER: 71.446,31 €

Apoio financeiro público nacional/regional OE: 48.353,31 €

 

Para mais informações http://museudapaisagem.pt/