Passar para o conteúdo principal

20.09.2021
PRR

O projeto Next Level Higher Education for All foi apresentado pelo Politécnico de Lisboa ao Concurso Impulso Jovens STEAM e Impulso Adultos, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Através deste projeto, a desenvolver nos próximos cinco anos, será possível expandir, diversificar e ajustar ao mercado de trabalho a oferta formativa da instituição e, simultaneamente, alcançar novos segmentos da população, contribuindo para as metas de aumento do número de graduados nas áreas STEAM e do reforço da formação ao longo da vida.

Entre cursos de licenciatura, mestrado, pós-graduação e outras formações de curta duração, o Politécnico de Lisboa irá apresentar uma centena de novos cursos de Ensino Superior, num trabalho desenvolvido em estreita articulação com parceiros nacionais e internacionais, entre empresas, instituições públicas e autarquias. Esta é uma proposta estruturante para o Ensino Superior em Lisboa, cuja área metropolitana concentra o maior núcleo populacional do país. O Next Level Higher Education for All@Politécnico de Lisboa estrutura-se em dois grandes vetores dos referidos programas do PRR: o aumento de estudantes adultos no Ensino Superior e o incremento da graduação superior de jovens nas áreas STEAM.

A possibilidade de frequentar cursos em horário pós-laboral, a formação a distância e a diversidade das áreas de ensino nas escolas do IPL - artes, ciências empresariais, comunicação, educação, engenharia e ciências da saúde - potenciarão, com o apoio do programa PRR, que milhares de trabalhadores qualificados possam regressar ao ensino superior e atualizar as suas competências, numa lógica de reskilling e upskilling. Para tal será implementado um programa de bolsas articulado com as empresas e entidades públicas, que pretendam requalificar os seus quadros.

Relativamente ao aumento da graduação superior de jovem nas áreas STEAM - ciências, tecnologias, engenharias, artes e matemática - este será potenciado através de uma reestruturação da oferta formativa do Politécnico de Lisboa alinhada com novas metodologias de ensino e aprendizagem, que integram práticas científicas e pedagógicas inovadoras e diferenciadas ajustadas ao contexto atual, nomeadamente ao nível do ensino a distância e das metodologias ativas de aprendizagem. Complementarmente, serão implementados programas de mentoria e bolsas de estudo, tendo em vista uma educação acessível e inclusiva, independentemente da idade, género e da sua condição económico-social, dando resposta a diferentes segmentos da população. A título de exemplo, existirá um programa de bolsas específico para aumentar a participação de mulheres em áreas onde são atualmente menos representativas, nomeadamente: informática, eletrotecnia e mecânica, bem como a criação de um Jardim de Infância, para acolher os filhos dos estudantes enquanto estudam, procurando responder à presente crise de natalidade em Portugal e apoiando a parentalidade.

Para além da componente ensino-aprendizagem, destaca-se o investimento em duas áreas complementares – Investigação e Desenvolvimento e Infraestruturas. Existirá um reforço das atividades de investigação, desenvolvimento e inovação, através da dinamização dos centros de investigação da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) e do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL). Ao nível das infraestruturas, a construção do novo edifício para a Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa (ISCAL) e de um novo edifício carbono zero no ISEL, será determinante para o aumento da capacidade de acolhimento de estudantes no Politécnico de Lisboa.

Para Elmano Margato, Presidente do Politécnico de Lisboa “O Next Level Higher Education for All, ao obter o necessário financiamento, poderá ser um contributo para aumentar o número de graduados nas áreas STEAM e reforçar a formação ao longo da vida dos adultos ativos.”