Passar para o conteúdo principal

h1

10.02.2022
ferrovia

Dar uma resposta às necessidades do país, na área ferroviária, através da formação de profissionais flexíveis, com elevadas competências técnicas e capacidade de integração e liderança em equipas multidisciplinares, é o principal objetivo do novo curso de pós-graduação de Especialização em Engenharia Ferroviária do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL).

O novo curso, que integra docentes do ISEL e técnicos da área, de elevada qualificação e experiência acumulada, de empresas de construção ferroviária e das Infraestruturas de Portugal (IP), surgiu de um desafio lançado ao ISEL por parte da Ordem dos Engenheiros e faz parte da oferta formativa do projeto Next Level Higher Education for All @ Politécnico de Lisboa, no âmbito dos programas “Impulso Jovens STEAM” e “Impulso Adultos”, do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Com coordenação de Henrique Miranda e com a docente Maria Alexandra Costa na comissão coordenadora, o curso caracteriza-se por uma forte componente prática e de ligação a parceiros como a IP.

No âmbito da formação vão ser realizadas aulas práticas, que passam por visitas a obras e instalações ferroviárias, em grupos de cinco a oito formandos, em período de interdição de via.

A pós-graduação destina-se a candidatos com o 1.º ciclo do ensino superior em ciências de engenharia, nas especialidades de Engenharia Civil, Mecânica, Eletrotécnica, Telecomunicações, Engenharia dos Materiais, mas também a detentores de currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos.

A propina tem um valor 3 750 €, que pode ser faseado em três prestações.

O curso de pós-graduação, vai decorrer em regime pós-laboral e tem um total de 25 vagas disponíveis.

As candidaturas decorrem até 28 de fevereiro.

Image
financiamento PRR

 

Texto de: CSS/GCI IPL
Imagem de: ISEL